Educandário

O Educandário foi fundado em 1987. Essa instituição surgiu a partir da preocupação de Anizio em dar continuidade às atividades sociais e educativas da Creche. Hoje em dia, 1.260 alunos, de 6 aos 18 anos, são atendidos no espaço que conta com três prédios: “Acompanhava o desenvolvimento das atividades da Creche, quando vi que, passados os anos, as crianças que estudavam lá desde pequenas estavam ameaçadas de ver seu desenvolvimento educacional suspenso. Até aquele momento, o futuro delas era sair da Creche e serem ‘jogadas’ na rede pública de ensino, que na época era bastante ruim. Para que o trabalho da Creche tivesse uma continuidade, criamos o Educandário. Lá (no Educandário), as crianças estudam até a oitava série”, relembra Anizio.

A iniciativa da Beija-Flor impressiona até quem é acostumado a ajudar o próximo. O ex-jogador Zico, que tem trabalhos sociais na área esportiva, pontua que a ideia do Anizio deve ser valorizada: “Fazer com que tantos jovens participem de projetos que possam enriquecê-los como seres humanos e como profissionais é fantástico. Todos devem aplaudir e incentivar o pioneirismo do Anizio e da Beija-Flor”, afirmou o Galinho de Quintino.

Engrossando o coro pró-Beija-Flor, o radialista Antônio Carlos parabeniza a forma como acontece o trabalho na escola de Nilópolis: “A Beija-Flor está de parabéns por manter essas crianças de maneira saudável, dando educação, escola e alimentação. A obra merece todos os elogios”.

No mesmo tom, Boni, tema do enredo da escola neste carnaval, enaltece que as iniciativas de Anizio para ajudar as crianças carentes têm como consequência um futuro melhor para muito mais gente: “Os projetos sociais da Beija-Flor são muito importantes porque dão oportunidades às crianças e aos jovens de terem um futuro melhor, para eles e para os familiares deles”, garantiu Boni.

Os elogios têm fundamento. O Educandário conta com um ensino de alta qualidade, que atrai estudantes de outros municípios da Baixada Fluminense e até da capital, de regiões mais distantes como Campo Grande e Realengo. “Todos conhecem o nível de ensino do Educandário. Ele possui um nível pedagógico do mesmo nível das escolas privadas. Nossos professores são muito bem preparados, e seguimos o programa educacional que o estado exige. O resultado do alto nível pedagógico do Educandário é que as crianças, quando saem daqui, estão muito bem preparadas para enfrentar qualquer outra realidade”, ressaltou Maria de Lourdes.

Moradores de Nilópolis enxergam de perto o resultado do Educandário e de outras obras da escola. Como não poderia ser diferente, o sentimento é de satisfação, agradecimento e muita felicidade. Relembramos as palavras do saudoso Ary Rodrigues, presidente do Conselho Deliberativo da escola, em depoimento para a revista da Beija-Flor de Nilópolis: “Vivo aqui há muito tempo e fico pensando como não teria sido diferente o futuro de muitas das crianças que vi crescer aqui em Nilópolis. Hoje, com o trabalho que o Anizio patrocina, muitas das crianças que não tinham futuro podem voltar a ter fé em dias melhores. Eu mesmo vi muitos desses meninos e meninas que estudaram no Educandário crescerem e se tornarem pessoas trabalhadoras. São jovens médicos, advogados, policiais… E isso é uma coisa que deve deixar o Anizio muito feliz. Mas fico pensando, também, como seria se, em outros lugares, as pessoas também fizessem o que ele faz. Acho que teríamos um Brasil muito diferente desse que vemos hoje”.

Em um trabalho assistencialista, a Beija-Flor acompanha com muito carinho crianças desde a primeira infância até a fase adulta. Como resposta ganha um município melhor, com moradores mais preparados e felizes.

VISITE O SITE CLICANDO AQUI

banner-educandario